Empresa americana cria ‘mochila flutuante’ e promete reduzir em 86% o impacto nas costas

Empresa americana cria ‘mochila flutuante’ e promete reduzir em 86% o impacto nas costas

imagem-destacada-empresa-americana-cria-mochila-flutuante-e-promete-reduzir-em-86-o-impacto-nas-costas

Imagine carregar equipamento, roupas e outros acessórios sem tanto sofrimento? Essa é a promessa da ‘mochila flutuante’ HoverGlide, criada pela Lightning Packs, uma empresa americana. A novidade promete minimizar os impactos nas costas, pescoço, joelhos e tornozelos.

Segundo o fabricante, a mochila é resultado de estudos realizados por fisiologistas fisiologistas da Universidade da Pensilvânia, na Filadélfia (EUA). A tecnologia usada que a mochila segue o mesmo princípio utilizado para o transporte de cargas pesadas em algumas regiões da Ásia.

Na prática, a mochila tem quadro que funciona como um trilho. Conforme andamos, a bolsa desliza pela área fixa, subindo e descendo. Abaixo, o vídeo mostra o funcionamento da ‘mochila flutuante’.

A mochila deve começar a ser vendida em setembro, após ser financiada no Kickstarter. O fabricante de disponibilizar quatro modelos inicialmente: de modelos para o dia-a-dia, passando por produtos para camping e escaladas.

Nossas costas agradecem!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Conheça cinco drones aquáticos

Conheça cinco drones aquáticos

imagem-destacada-conheca-cinco-drones-aquaticos

Veículos aéreos não-tripulados são uma realidade, há empresas que querem usá-los para fazer entregas como a Amazon. Por outro lado, mesmo que ainda pouco populares, existem no mercado drones aquáticos e que podem elevar a experiência de um mergulho no fim de semana. Eles ainda são caros, mas como aconteceu no caso do veículos usados nos céus, a tendência é tornassem mais acessíveis com o avanço tecnológico.

Conheça alguns deles.

Criado por uma empresa francesa, o Ibubble é um drone sem fio com controle remoto, bateria e recarregador no kit básico. Há ainda outros dois modelos disponíveis para a venda. No entanto, o site não deixa claro se os brinquedinhos podem ser importados para o Brasil.

  • Capacidade Mergulho: 60m
  • Duração da Bateria: 1 hora
  • Dimensões: 60cm x 45cm x 35cm
  • Peso: 9kg
  • Preço: R$ 17 mil

O veículo é da empresa americana Deep Trekker, que fabrica drones para serem usados para inspeção de tubulações industriais. O modelo básico, o DTG3 Rov, é bem diferente do iBubble em formato e por não ser um robô sem fio. No entanto, ele tem mais autonomia de bateria e consegue alcançar profundidade maiores.

  • Capacidade Mergulho: 200m
  • Duração da Bateria: 12 horas
  • Dimensões: não informado
  • Peso: não informado
  • Preço: a partir de R$ 15 mil, o drone pode ser customizado

Os chineses da Chasing criaram este drone, que pode ser usado com um celular no controle remoto, com ou sem cabos. O smartphone permite que você faça transmissões para o YouTube ou nas redes sociais. Ainda há outras três outras opções de robôs. O site não deixa claro se há a possibilidade de envios para o Brasil.

  • Capacidade Mergulho: 100m
  • Duração da Bateria: 2 horas
  • Dimensões: 385 x 226 x 138 mm
  • Peso: 2.5 kg
  • Preço: cerca de R$ 5 mil

PowerRay

A PowerVision é mais um fabricante chinês na lista de fabricantes de drones marinhos. No site é possível comprar robôs subaquáticos como aéreos. Desses, o PowerRay é modelo usado para mergulhos. Ele é usa fio para e, no controle, você pode colocar um celular com sistema Android ou iOS.

  • Capacidade Mergulho: 30m
  • Duração da Bateria: 4 horas
  • Dimensões: 465x270x126mm
  • Peso: 3.8 kg
  • Preço: cerca de R$ 4 mil

O drone criado pela Geneinno, após um financiamento coletivo no site Kickstarter. O robô da empresa chinesa também é mais um modelo em que celular é acoplado ao controle. Ali ficam as principais funções: isso pode ser feito com um cabo ou sem. A câmera filma em qualidade 4k. A empresa ainda vende outro dois modelos: o Poseidon I e o Trident.

  • Capacidade Mergulho: 150m
  • Duração da Bateria: 4 horas
  • Dimensões: 90x347x165mm
  • Peso: 4.4 kg
  • Preço: cerca de R$ 10 mil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Quais são os equipamentos básicos do mergulho

Quais são os equipamentos básicos do mergulho

imagem-destacada-quais-sao-os-equipamentos-basicos-do-mergulho

Muita gente pergunta sobre mergulho, principalmente quem tem a curiosidade desvendar o fundo do mar. Primeiramente precisamos salientar que a atividade é uma das mais seguras do mundo. Os avanços tecnológicos e técnicas desenvolvidas pela World Recreacional Scuba Training Cônsul  (WRSTC) garantem isso.

Para quem está procurando começar, fazendo snorkeling ou mergulho livre, o equipamento básico é Máscara, Snorkel e as Nadadeiras. Por incrível que pareça não necessário saber nadar, mas você precisa sentir-se à vontade na água e conseguir ficar na superfície de local que é fundo e que não ‘dá pé’. Um tarefa que é bem tranquila para a maioria das pessoas. Nunca mergulhe se você estiver se sentindo mal ou com algum desconforto.

Máscaras

Um dos itens mais importantes, pois vai garantir que você tenha boa visão e vedação para aproveitar bem o mergulho. Atualmente são fabricadas de silicone para terem durabilidade e se ajustar melhor ao rosto do mergulhador.

  • Preocupe-se com a regulagem da tira dentro de fora da água;
  • Máscaras menores são mais fáceis de ajustar e desalagar durante o mergulho livre;
  • Para verificar se a máscara está bem vedada, coloque-a no seu rosto sem passar a tira por trás da cabeça. Respire e vire a cabeça para baixo, em direção ao peito por mais ou menos 5 segundos. Se ela não cair, a vedação está boa. Caso o equipamento caia, há uma passagem de ar na máscara e, por isso haverá entrada de água.

Snorkel

Para quem vai praticar apenas o mergulho livre, o recomendado é o snorkel sem válvula de purga, que é mais simples e mais barato. Já quem pretende fazer mergulho autônomo, a recomendação é usar o equipamento com com válvula de purga (mais fácil e rápido sobre a água para fora do snorkel) e quebra-ondas.

Nadadeiras

Como estamos falando de mergulho livre, o equipamento mais adequado são as nadadeiras fechadas. Elas têm a sapata inteira, com o calcanhar fechado, como se fossem um sapato normal. Não é preciso utilizar botas, a propulsão é menor e favorece a tranquilidade necessária para observar a vida marinha mais perto da superfície, além do que, em geral, o custo é menor comparado aos outros modelos.

Agora, se você já pratica mergulho livre quer se aventurar ainda mais, a nossa recomendação é fazer um dos cursos básicos da Onda Azul. Nele, você vai aprender todas as técnicas de mergulho e segurança. Os equipamentos podem ser alugados conosco.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email