Búzios vira território de disputa judicial

Búzios vira território de disputa judicial

imagem-destacada-buzios-vira-territorio-de-disputa-judicial

Búzios virou centro de uma batalha judicial: de um lado a Defensoria Pública que pediu o fechamento dos estabelecimentos do município e, do outro, comerciantes e a Prefeitura do Balneário. A disputa tem relação com o aumento do número de casos do novo Coronavírus na cidade.

Nesta semana, a Justiça determinou que o município volte a bandeira vermelha – Risco 3 e que os turistas hospedados na cidade devem deixar os hotéis, pousadas e imóveis de aluguel para temporada do município em até 72 horas. A medida tem como objetivo evitar o colapso da rede de saúde da cidade e impõe a necessidade de um isolamento completo da região. A multa pelo descumprimento é de R$ 100 mil.

Um ponto importante é que o município assinou um município assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Defensoria Pública em junho de 2020,  no qual deve cumprir as exigências sanitárias e administrativas estabelecidas. Mas, até agora, nada foi feito.

Protestos

Inconformados com a decisão,  trabalhadores da área comércio, hospedagem e do turismo fizeram um protesto nesta quinta-feira (18)em frente ao fórum da cidade e, de lá, seguiram para a prefeitura da cidade. Eles alegam que um novo isolamento na cidade trará um impacto econômico e social.

A Associação Comercial e Empresarial de Búzios promete brigar na Justiça para evitar que sejam estabelecidas novas medidas de isolamento no município.

Nota do município

"A Prefeitura de Búzios informa que as barreiras sanitárias da cidade estão funcionando com todo rigor conforme determinação do prefeito em exercício Henrique Gomes. Esclarecemos que o fato ocorrido por um período, em que veículos foram autorizados a entrar na cidade de forma aleatória, já foi corrigido e as barreiras seguem operando de acordo com as normas estipuladas pelo Decreto Municipal 1.366.

thumb-buzios-vira-territorio-de-disputa-judicial

Economia versus Vida?

Com os casos de Covid-19 subindo no Brasil e fim do ano chegando novamente volta discussão sobre Economia versus Vida das Pessoas. Sem nenhuma iniciativa de proteção aos trabalhadores como o auxílio-emergencial colocaram no lado mais vulnerável – quem tem que trabalhar – entre a cruz e a espada.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Venha praticar mergulho com os profissionais da Onda Azul

Venha praticar mergulho com os profissionais da Onda Azul

imagem-destacada-venha-praticar-mergulho-com-os-profissionais-da-onda-azul

O próximo ano será incrível para quem quer aprender a mergulhar com os cursos da Onda Azul. São cinco destinos que escolhemos para que você tenha uma formação com segurança e ainda desfrute das belezas naturais dessas localidades. Todas as nossas iniciativas são feitas em parceria com a Agência de Turismo Oxigenação. Escolha um dos lugares abaixo para saber mais.

Yap - Micronésia

Yap é o estado mais ocidental da federação, localizada a meio caminho entre as ilhas de Guam e Palau. O arquipélago é um dos locais ameaçados pelo aquecimento global, com isso, as ilhas correm o risco de desaparecer se o nível dos oceanos continuar a subir. Assim como algumas culturas elegeram o ouro como material precioso, nesta ilha eles elegeram o calcário. Mais especificamente, o calcário em formato de grandes discos.

Abrolhos (Bahia)

Localizada a 75km da costa de Caravelas, na Bahia, e é formado por cinco ilhas e conhecido por ser o santuário das baleias Jubarte. É para lá que esses gigantes vão entre os meses de julho e novembro para acasalar e terem filhotes. Pode ser que, durante o mergulho, você aviste algum desses mamífero, além de dezenas de cardumes e tartarugas. Em Abrolhos existem entre 13 e 17 pontos para a prática do mergulho e que são autorizados pelo ICMBio.

Angra dos Reis (Rio de Janeiro)

A cidade está na Costa Verde Fluminense, a 185 km do Rio de Janeiro. É conhecida por ter uma baía com águas claras e calmas. Um dos seus maiores atrativos são as ilhas como Ilha Grande, Gipóia, Jorge Grego e Butinas. Há também alguns naufrágios que podem ser visitados, além de lajes e grutas. É considerado um dos melhores locais para a prática do mergulho.

Cabo Frio (Rio de Janeiro)

Na parte oposta do Estado do Rio de Janeiro, numa área conhecida como Região dos Lagos, Cabo Frio é uma cidade com águas cristalinas, grande diversidade de vida marinha e diversos pontos de mergulho, que pode ser praticado em diversos estilos. Os locais de mergulho são muito próximos, o que torna a aventura ainda mais interessante.

Búzios (Rio de Janeiro)

Junto com Cabo Frio e Arraial do Cabo estão entre os locais mais procurados para a prática do mergulho no estado do Rio de Janeiro. Conhecida pelo glamour e noite agitada, Armação de Búzios é um dos locais onde acontece um fenômeno conhecido como ressurgência (Cabo Frio também). Nele, as correntes marinhas com água gelada e repletas de nutrientes oriundas da Antártica atraem e mantêm uma população marinha interessada pelos alimentos presentes nessas correntes.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email