As regras na hora de praticar mergulho: o que pode e o que não pode

imagem-destacada-as-regras-na-hora-de-praticar-mergulho-o-que-pode-e-o-que-nao-pode

Mergulhar é muito prazeroso. No entanto, ao praticar o esporte, a preservação da vida marinha é essencial. Isso vale tanto para mergulhadores iniciantes, quanto para os veteranos. Em suma, sempre lembro do princípio quando cair na água: você pode machucar ou danificar algo; você pode se machucar; e não toque em nada.

Parece algo simples e que deveria ser entendido por todo mundo. Quando você mergulha, está entrando em contato com um mundo novo – por mais clichê que isso possa parecer. É vida marinha que está em cada pedaço: peixes, corais, recifes. Considerando também as experiências em água doce como rios, cachoeiras, entre outros.

É importante lembrar que nós somos os convidados neste ambiente. A fauna e flora marinha são a parte mais importante daquela região. Como todo bom hóspede, você tem que respeitar casa do seu anfitrião, por isso não faça bagunça, quebre as coisas ou faça algo contra quem é o ‘dono da casa’. Vamos aos motivos.

Você pode machucar ou danificar algo

A maioria da vida marinha tem revestimento mucoso que é importante para própria proteção. Quando você toca em algum coral ou peixe, pode retirar essa camada, expondo-os a infecções e doenças.

Você pode se machucar

A verdade é que grande parte da fauna marinha nasceu com sistemas de defesa desde que o mundo existe. Por isso, é normal que haja reações desses animais a qualquer tentativa de aproximação ou estresse.  Alguns deles possuem venenos, espinhos ou substâncias químicas que podem nos fazer mal. Entenda, todo o ecossistema é formado por seres selvagens, portanto eles não diferenciam um simples toque de uma tentativa de ataque

Por isso, se você está mergulhando em mar aberto, rio, naufrágio ou fonte é importante respeitar o ambiente e seus moradores. Mesmo quando o mergulho é feito sem equipamentos, em áreas mais rasas, essa preocupação é mandatória, porque você pode destruir um coral ou alguma formação que levou milênios para ser formada.

Todo cuidado é importante na movimentação por esses ambientes. Mergulhar é seguro, mas o praticante tem que estar ciente para minimizar os impactos da sua presença naquele ambiente. Lembre-se: você é o convidado e, por isso, deve respeitar os donos da casa.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Prezados mergulhadores, clientes e amigos,

Em função da atual situação do Brasil e do mundo, de quarentena, isolamento físico e proibição de agrupamento de pessoas num mesmo local, teremos que alterar nossas atividades de mergulhos e de cursos. Nosso calendário está temporariamente suspenso até segunda ordem e deste momento em diante trabalharemos apenas com cursos sob consulta e demanda. Se você tem interesse em algum curso do Onda Azul ou parceiros, entre em contato por e-mail e nos conte sua necessidade. Iremos atender da melhor forma possível.

Desde já agradecemos a atenção e compreensão,

Paulo Guilherme Pinguim
Fundador do Centro de Estudos do Mar Onda Azul