Mergulhar é muito mais do que um curso ou um certificado

imagem-destacada-mergulhar-e-muito-mais-do-que-um-curso-ou-um-certificado

Por Paulo Guilherme “Pinguim”

Para digamos assim “simplesmente” ir para baixo d’água e ver a vida marinha é muito simples e fácil! É o que chamamos popularmente de batismo, ou discovery dive em inglês. Comparativamente podemos falar que o batismo seria o equivalente a um vôo duplo de asa delta. E os protocolos são semelhantes! Uma pequena explicação teórica do que se pode e não se pode fazer, mostra dos procedimentos que o aluno terá que fazer e os que o instrutor irá fazer, uma rápida prática numa piscina ou local de águas calmas e rasas e o mergulho propriamente dito, sempre sob os cuidados e alcance do instrutor. Este é o batismo! Não envolve qualificação nem habilitação para o candidato, apenas a experiencia mesmo! O candidato não sai formado em nada uma vez finda a experiencia.

Já um curso de mergulho é muito mais!!! Enquanto o batismo pode durar até menos de uma hora no total, um curso de mergulho envolve diversas aulas em um prazo mínimo de 3 ou 4 dias.

O mais importante num curso e que o diferencia de um batismo ou experiencia de mergulho é o conhecimento, aprendizado e habilidades que serão desenvolvidas nas aulas teóricas, práticas de piscina e práticas no mar. Com certeza um curso de mergulho BOM, de alto nível e qualidade irá transformar o aluno, fará com que o mesmo se torne uma pessoa diferente, mais evoluída, capaz de lidar com situações antes não era capaz. Enfim, se submeter a um curso de mergulho de alto nível irá nos transformar de pessoas da terra em visitantes do mundo marinho. Irá nos abrir a grande porta da maior parte do nosso planeta, quando deixaremos de ser caminhantes em menos de um terço do nosso planeta terra para habitantes integrais do nosso planeta, tendo acesso e habilitação para entrarmos e nadar na maior parte da nossa Terra!

Mas como podemos encontrar um BOM curso de mergulho?! Eu mesmo quando ainda não mergulhador me perguntava muito sobre isso…. A algumas décadas atrás um bom curso era aquele ministrado por militares da marinha, onde ter capacidade de fazer flexões e barra com cilindros nas costas, e conseguir correr por mais de 5km com os pesos e cilindros nas costas era mais importante do que sentir-se confortável embaixo d’água….. Não um bom curso de mergulho Recreacional, ou seja, para desfrutarmos os prazeres de visitar o mundo submarino é muito mais do que isso!

Um bom curso de mergulho hoje em dia envolve material didático de alto nível, interessante e prazeroso para facilitar o aprendizado da teoria necessária. Uma apostila ou livro que tem que ser lido de cabo a rabo associado a sentar em cadeira universitária com outros alunos, recebendo nota baixa e a cada erro, com prova no final, cadeira virada para parede, sem poder falar ou levantar para ir ao banheiro…. Meus amigos, isto é aula do século passado!

Um bom curso de mergulho tem opções multimídia, com aulas que você pode adiantar em casa com auto estudo ou on line, revisão e debates para garantir que você entendeu os pontos importantes, e não apenas quantificar num número o que você reteve da teoria.

E a prática, não pode ser baseada em tentativa e erro sem fim, como cachorros que fica repetindo o mesmo exercício eternamente até acertar…. Se está com dificuldade em um, passa para outro, relaxa, consegue avançar, ganha confiança e então outro dia tentamos de novo aquele que você não estava conseguindo!

É importante ver o instrutor muito mais do que um vigia para ver se você não está pulando nenhuma fase ou colando na teoria, como um parceiro de atividade, um profissional formado e com treinamento tanto em teoria e técnicas de mergulho mas também em interação e novas técnicas de ensino e tecnologia de mergulho.

E o mais importante de tudo, é saber olhar para o profissional, muito mais do que para a empresa. Afinal acho que todos nós conseguimos lembrar de algum professor muito bom e amigo na nossa época de escola, aquele cara que era capaz de nos motivar e nos entender. E também lembrar na mesma escola de um outro professor chato e com aula insuportável…. Pois é, na mesma escola!

Então qual é o segredo?! Converse com seu talvez futuro instrutor! Pergunte a ele quantas aulas serão e como elas serão! Lembre-se que para você como consumidor, quantas mais aulas, mais chances de aprender e relaxar antes de ir para o mar você terá! Não se deixe iludir por “Comigo você vai aprender muito rápido, num final de semana eu já te levo para o mar e você ganha a carteirinha”…

Mágica não existe e mergulho não é um pendrive, que se conecta na sua cabeça e instala o “programa”… Aprender a mergulhar pode ser rápido e fácil para uns, mas não é um click ou num estalo. É preciso tempo para que os conhecimentos e procedimentos sejam devidamente fixados.

Como exemplo mais uma vez dou o meu exemplo! Comecei na sopa de letrinhas como mergulhador da CMAS (Confederação Mundial de Atividades Subaquáticas), depois para a CBPDS (Confederação Bras de Pesca e Desportos Subaquáticos), daí para a PDIC (Professional Divers Instructors Corporation) e mesmo tendo tido muitos convites para ir para a PADI (Professional Association of Diving Instructors) acabei não aceitando.

Levado a escolher por motivos técnicos, padrões de cursos mais elevados, apoio aos profissionais e engajamento incomparável na preservação ambiental marinha, optei e até hoje faço parte das certificadoras internacionais SDI (Scuba Dive Instructors) para mergulhos recreativos e da TDI (Technical Diving Instructors) para mergulho técnico. Mas mergulho técnico fica para outro texto!

E por fim então lhes aconselho e muito a entrarem em contato comigo, marcarmos para conversar, mostrar o material didático, sobre os cronogramas de cursos e as melhores formas de atendermos as suas necessidades e garantir uma excelente e prazerosa estreia e evolução neste mundo novo, maravilhoso e impressionante do mergulho!

Abraços e até a próxima!