A lenda da Ilha de Jorge Grego, em Angra dos Reis

imagem-destacada-a-lenda-da-ilha-de-jorge-grego-em-angra-dos-reis

Histórias de piratas sempre fizeram sucesso em nosso imaginário coletivo. Jack Sparrow, Simba, Barba Ruiva, Capitão Gancho, são só alguns nomes que podem ser facilmente lembrados. Próximo de Angra dos Reis, em frente a Lopes Mendes, na Ilha Grande, surge mais um desses personagens, conhecido como Jorge Grego.

Reza a lenda que ele foi um pirata que navegava em direção ao Estreito de Magalhães quando começou a ser perseguido para armada inglesa. Com o barco destruído perto da Ilha Grande, ele conseguiu fugir de bote até uma ilha próxima, onde teria sobrevivido com suas duas filhas e um ajudante. Lá também teria enterrado do tesouro que carregava. Com o passar do tempo, as meninas cresceram e uma delas teria se apaixonado pelo marujo. O pai, enciumado, teria matado os dois e se matado em seguida.

Verdade ou não, a história da Ilha de Jorge Greco é apenas pano de fundo para uma das melhores áreas de mergulho da região. Uma ilhota que tem uma área 1 km², deserta, sem água potável e com vegetação baixa. Lá é O ambiente subaquático oceânico é rico em corais, peixes, tartarugas, polvos, lulas, camarões, siris, cavalo marinho e golfinhos.

A visita a Ilha de Jorge Grego pode ser feita a partir de Vila de Abraão. As embarcações tem que ter autorização da Capitania dos Portos. 

Angra tem alguns dos mergulhos mais tranquilos de todo o estado, sendo assim ótimo destinho para iniciantes, como excelentes mergulhos de nível avançado e até mesmo técnico. E alguns destes últimos se localizam na área de Jorge Grego. 

Em breve o Onda Azul estará indo em excursão para mergulhar na área e dentro da baía da Ilha Grande com tubarões Mangonas! Agende conosco e visite esse local sensacional em Angra dos Reis.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email