O arquipélago brasileiro mais próximo da África, onde ninguém pode mergulhar e que vai desaparecer

imagem-destacada-o-arquipelago-brasileiro-mais-proximo-da-africa-onde-ninguem-pode-mergulhar-e-que-vai-desaparecer

Em 2018, a área onde fica Arquipélago de São Pedro e São Paulo virou uma unidade de conservação. O local é um dos pontos da costa brasileira mais próxima do continente africano e, atualmente, guardada pela Marinha do Brasil, como mostra esse artigo da Divers For Sharks.

Ocupada somente em 1998, esse arquipélago é a única do mundo formada pelo manto terrestre e que foi visitada por Charles Darwin. O ambiente inóspito e difícil de alcançado ainda guarda outras duas características: o mergulho só é permitido para os pesquisadores que estão baseados no local. Além disso, as duas ilhotas devem desaparecer por causa do aquecimento global.

Abaixo, o vídeo do jornalista Élcio Braga, mostra algumas histórias em torno do arquipélago e o caso de um aventureiro italiano que ficou à deriva no mar, quase morreu e viu-se envolvido em uma coincidência sobrenatural.

Veja:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Prezados mergulhadores, clientes e amigos,

Em função da atual situação do Brasil e do mundo, de quarentena, isolamento físico e proibição de agrupamento de pessoas num mesmo local, teremos que alterar nossas atividades de mergulhos e de cursos. Nosso calendário está temporariamente suspenso até segunda ordem e deste momento em diante trabalharemos apenas com cursos sob consulta e demanda. Se você tem interesse em algum curso do Onda Azul ou parceiros, entre em contato por e-mail e nos conte sua necessidade. Iremos atender da melhor forma possível.

Desde já agradecemos a atenção e compreensão,

Paulo Guilherme Pinguim
Fundador do Centro de Estudos do Mar Onda Azul