Livros que todo mergulhador (ou não) deveria ler – Parte 2

imagem-destacada-livros-que-todo-mergulhador-ou-nao-deveria-ler-parte-2

Na última semana divulgamos uma lista de livros em inglês sobre mergulho que todo praticante ou não da atividade deveria ler. Neste segundo post vamos com a última parte da relação e, prometemos em breve, criar um rol com publicações feitas na nossa língua. Conheça os livros:

Fatally Flawed: The Quest to Be Deepest - Verna van Schaik

É um livro escrito por uma mulher, com uma outra visão sobre o que aconteceu no livro ‘ Diving Into Darkness’, indicado por nós no primeiro post. O mais interessante é ter uma narrativa de um esporte que é dominado por homens. Uma publicação inspiradora por analisar a questão do exercício mental que envolve o mergulho.

Caverns Measureless to Man - Sheck Exley

Uma visão bem completa sobre Sheck Exley, considerado o pioneiro do mergulho em cavernas. Ele ajudou a estabelecer muitas das práticas que conhecemos como regras no mergulho esportivo e técnico. O livro mostra como eram os equipamentos usados nos primórdios da atividade.

Where Divers Dare: The Hunt for the Last U-Boat - Randall Peffer

Um livro que narra a caça aos destroços de um submarino alemão na Costa Leste dos Estados Unidos. Para quem gosta de histórias baseadas em fatos reais, essa publicação tenta esclarecer o que é fato e o que é mito sobre este evento. Bom para quem prática mergulho ou não.

Dragon Sea: A True Tale of Treasure, Archeology, and Greed off the Coast of Vietnam - Frank Pope

É uma narrativa sobre o mergulho nos destroços de um navio. Em nosso primeiro post falamos sobre o naufrágio do Andrea Doria, o relato deste livro é ainda mais pessoal e voltado para quem não consegue praticar mergulhos nessas condições. No final, é uma história de desafio e de aceitação da progressão do tempo e das próprias habilidades de mudança.

Submerged: Adventures of America’s Most Elite Underwater Archeology Team - Daniel Lenihan

O autor do livro é o fundador do programa de arqueologia subaquática do National Park Service, órgão federal americano responsável pela gestão de 58 parques nos Estados Unidos. Lenihan é um excelente contador de histórias, interessado em arqueologia e naufrágios. Vale a pena.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email